segunda-feira, 13 de junho de 2011

Fabiana foi vista em Caruaru sim!!!!

E não é que a noticia se espalhou rápido?

Fabiana (Bora Correr 21), foi vista pelos pólos culturais da Capital do Forró sim.


Assim que chegou foi dar uma espiadela no Alto do Moura, com os amigos do Health Team. Artesanato, forró pé de serra, descontração, etc. Mas logo entrou na cozinha do Rei do Bode pra conferir as dicas de preparo dessa comida tão sertaneja e que  atrai a curiosidade de tantos turistas a provar (Bode Guisado, Bode Assado, Pirão de Bode, Buchada de Bode, Sarapatel de Bode). Se bem que é só por curiosidade mesmo, porque pelo visto e lido no Bora 21, não há nada que escape às mãos de "chef" dessa amante dos livros culinários.

Alto do Moura

Chegando no Pólo da Estação Ferroviária arrumou logo hospedagem. Uma vila charmosa, de clima bem agradável e nada parecido com o da sua "Mauriceia Desvairada". Sala de ceramistas, Mercearia com produtos regionais, Biblioteca de Cordel (aqui ela entrou e quase não saiu), Museu do Barro, Teatro de fantoches, Cantinho dos Músicos, Palhoção de Quadrilhas, Igrejinha, etc.






Bem próximo dali estava o Pólo do Repente. Cultura Popular cheia de irreverência, improviso e pilhérias. E lá estava Fabiana escutando e os cantadores que fazem os versos "de repente", em um desafio com outro cantador. Onde não importa a beleza da voz ou a afinação – e sim  o ritmo e a agilidade mental que permita encurralar o oponente apenas com a força do discurso. Tudo muito parecido com seus treinos do Health Team, onde em desafio seu grupo improvisa força, energia, pace e limites são colocados a prova. Creio que posso dizer:  Fabiana  e Lourival Batista, respectivamente grandes na escrita e no improviso.

Pólo do Repente

E na quermesse no Forró do candeeiro ela foi encontrada nas tendas de adivinhações, nos quiosques das brincadeiras e provando as delícias juninas do milho, caldinhos, espetinhos e tapiocas incrementadas, cheias de ingredientes malucos. Maçã do amor também, porque ela é magrinha, e pode sim que não engorda.


Forró do Candeeiro


Já no Pátio do Forró viu, ouviu e dançou a poesia dos forrozeiros, dos cantadores, dos compositores nordestinos. E acompanhou de perto um povo em festa arrastando o pé dançando uma noite inteira no luar encantado desse agreste abençoado. Com chip e com Garmin, mas sem IPOD, contabilizou muitas calorias perdidas nesse dois pra lá dois pra cá. Assim se consegue muita endorfina também. E no final, quando a festa acabou, a medalha foi a alegria eternizada nessa festa popular tão querida.


Patio do Forró

Volte sempre Fabiana.

Um abraço!
Mariana e Mônica

11 comentários:

irmascordeiro disse...

EhEhEh. É isso aí Fabiana, já que você nunca veio ao São João de Caruaru, resolvemos fazer uma brincadeirinha com você. E também uma forma de divulgar esta festa tão bonita. Fique à vontade de aparecer e conferir se o que eu falo é mesmo verdade. Um abração! Mariana

GILMAR FARIAS disse...

Mariana e Mônica,
Acho que agora a Fabiana vai à Caruaru dar uma corridinha com vocês.
Muito bom esse circuito corrístico-cultural.
Vocês já podem divulgar a Meia maratona de Tabira aqui no blog. Vejam a imagem lá no FOTOCORRIDA.
Grande abraço!
Gilma

irmascordeiro disse...

Valeu Gilmar. Adorei o banner. Abração!

Fabiana Amorim disse...

Eitaaaaa.. finalmente eu apareci em Caruaru! KKKKK
Só estive nesta terra rapidamente, e a trabalho! Doida para dançar um forró ! Tanta coisa boa... Ô, meninas... Um dia quero chegar aí na calma...
Que coisa mais chique esta homenagem virtual! Estou sem palavras. :-)
Obrigada!!!
bjs!

Corredora Feliz disse...

O que saudades desta terra linda!
parabéns pelo post.
Abraços e boas corridas!

Corredora Pernambucana disse...

Demoraou mais a atualizada foi inspirada!!
Essa filha de poeta, é virada num saco de batata! hehehe...
Muito bom Mari..Linda homenagem a nossa amada festa junina e à nossa amiga Fabiana!
Espero que ela se anime e marque logo uma visitinha a nossa terrinha!

Fabiana Amorim disse...

Meninas, acabei de criar um post e linká-las. Um post junino tb... KKK
Bjs!

irmascordeiro disse...

Concordo com você, Fabiana. Não se fazem mais festas juninas como antigamente... Adorei "meninos comendo coxinha de catupiry"...rsrs...
Por aqui, no alto sertão do Pajéú, a gente ainda tem um São João bem original com muito forró pé de serra, comidas de milho, e até que os "cabras"
ainda nos "tiram para uma dança"...
Valeu pelo link! E parabéns pelos 14k... Os 21k estão bem pertinho agora.
Bons treinos corredora.
Beijos
Mônica

(Não consegui postar um comentário no seu blog, ôxe!!)

Fabiana Amorim disse...

Eita, foi mesmo? Oxeeeeee
Mainha riu muito deste post de vcs... :-)
bjs!

Line disse...

Ler os blogs pernambucanos nessa época junina é uma tortura, pois dá saudade demais!! Não existe outro lugar que tenha São João melhor!! Passei um ano em Caruaru e outro em Arcoverde - duas festas bem diferentes, mas gostei muito das duas!!!!

Anônimo disse...

O São João de Arcoverde está a cada ano melhor e mais estruturado, e já faz sombra ao de Caruaru.
Realmente, Pernambuco é terra de forró dos bons.
Valeu pela visita ao blog.
Beijos Aline.
Mônica