quinta-feira, 7 de outubro de 2010

" Quem corre 5 corre 10"

Com essa "máxima" de Júlio martelando na cabeça, fui dormir cedo na sexta pensando se iria mesmo aceitar o desafio proposto por ele para o sábado de manhã. Aquela marca de 10 km me parecia inimaginável alcançar, até porque, na minha curta vida de corredora, havia feito, além dos treinos,  apenas duas corridas, uma de 4 km, outra de 5 km. Eu até que tentei baixar o percurso para 8 km, mas ele foi irredutível, e no sábado às 5h da manhã já nos preparávamos para a saída. Ele já saiu correndo de casa, eu fui de carro até o Povoado do Riacho de Gado, onde me encontrei com Lívia e ficamos esperando Júlio para começar o percurso.
De cara ele disse : "A gente vai correndo até Solidão". COMO ASSIM??!! São 12 km até lá!!! E ele : "Deixa de ser mole, tu aguenta..."  Lívia  se apertou e disse que só ia correr 8 km, no que eu concordei de imediato. Mas, reclamações e queixas à parte, Garmin Ok, e partimos... Mesmo antes das 6 da manhã, o sol do sertão já mostrava sua cara, e reinava absoluto naquela imensidão de céu azul, tão típico do sertão... ai, ai, nem uma nuvenzinha amiga, eu pensei... 
Eu e Lívia no caminho de Solidão...

Apesar de não termos levado água para esse percurso longo e sob sol forte, sabíamos que podíamos contar com a boa vontade do sertanejo quando a sede batesse. Corrida animada, estrada pouco movimentada, Júlio matraqueando... alguns moradores que encontramos no caminho nos olhavam espantados, mas sorriam como quem diz: Eita povo doido! Um carreiro tangendo seu carro de boi, e quando Júlio brincando o convidou para vir conosco, respondeu que preferia seu transporte. No km 05 a sede bateu e paramos em uma casa à beira da estrada para pedirmos um copo de água, no que fomos prontamente atendidos por uma gentil senhora, que depois de matar nossa sede com uma água geladinha, se despediu de nós com uma das expressões mais usadas por essas bandas : "Vão com Deus... Seguimos correndo por mais algum tempo e o cansaço me fez pedir a Júlio para caminhar nas subidas, pois meu  joelho já estava incomodando, Lívia seguia bem e animada. E assim, alternando momentos de corrida, trote e caminhada, chegamos ao pórtico de entrada da cidade de Solidão. Júlio e Lívia com muito mais gás que eu chegaram um pouco à minha frente. E aí: FELICIDADE GERAL!!! Nós conseguimos!! Com a pressão de Júlio, não é que eu e Lívia fizemos o percurso de 12 km?
Nossos números:  Percurso >>>> 12 km
                               Tempo >>>>>   1 hora e 37 min
                                Por km >>>>>  7, 51 min

Júlio, o "torturador"
Lívia chegando "inteira"
Nossa intenção era subir a gruta de Nossa Senhora de Lourdes e apreciar a beleza da Serra de Solidão, mas como não tínhamos como voltar, resolvemos pegar uma caminhonete que faz o transporte entre as duas cidades e que estava de saída. O motorista nos deu um um tempinho para comprarmos água e Lívia ainda descolou em uma venda abacaxi e melão para repormos nossas energias. E assim, felizes com o objetivo alcançado, viemos "sacolejando" na caminhonete e já planejando novas aventuras...

Volta "sacolejante"...
Abraço a todos!
Mônica Cordeiro

17 comentários:

Dani disse...

E viva o "torturador"...rs. Viu só como vcs conseguem?! Eu tb achava que nunca iria conseguir correr 10 ou até mais, mas indo devagarinho vai longe. Parabéns pelo treino.
Bjos,
Dani

irmascordeiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
irmascordeiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
irmascordeiro disse...

Ainda não tive o prazer de correr com O Torturador de Joelhos. Rssss... E vocês nem esperaram eu chegar para correr também. Cheiro! Bons treinos!Mariana

elis disse...

oi, mônica!!!

parabéns!!!
que grande vitória!

olha, com o júlio puxando, vocês tiveram até sorte de só correr os 12km rssssssss
já pensou se ele resolve levar vocês pra comprar esse melão e o abacaxi lá em recife??? ;)

olha, parabéns!
pelo desafio vencido!
e pelo relato maravilhoso!
deu vontade de estar aí correndo com vocês!
adoro treinos assim, em estrada...

bjs
elis
http://elismc.blogspot.com

CANELAFINA disse...

É assim mesmo as distancias vão parecendo pequenas depois de vencidas. E tudo tem que ser feito gradativamente, sem atropelos. Hoje faço treinos de 4okm bem folgado. Isto não era assim no inicio, quando 1okm era uma eternidade. Um abraço, Virei seguidor. Eduardo

Mônica Mirtes Cordeiro disse...

Dani, eu quase morro mas consegui a façanha de ultrapassar os 10 km, mesmo que não tenha feito todo o percurso correndo.
Bjs e boas corridas.


Ellis, o sertão é lindo, nos visite qualquer dia desses.
Beijão

Lili disse...

Pois é mais uma vez parabens fico so com a vontade rsrsrs continuem com toda esta coragem bjs

BALEIAS disse...

Olá Meninas e Lívia. A alegria e o ânimo vão colocar vocês logo logo nas provas mais significativas. E o mundo está aí para ser visitado e corrido. E vamos planejar que o mundo pretende ir também aí nessa região que vocês celebram de uma forma tão carinhosa. Já disse uma vez no blog da mãe de vocês que cresci ouvindo que o rio Pajeú vai de encontro ao São Francisco e esse ao mar. Ouvi dizer que no aniversário do Júlio o ano que vem a prova será uma maratona e com isso pretendo conhecer pessoalmente o famoso rio cantado e acarinhado em prosa e verso por vocês e o pessoal daí. Grande abraço. Miguel Delgado.

Dona D disse...

No caso aqui é quem corre 5, corre 12!!!

Concordo com o Julio!

Parabéns Meninas!

Beijão!

Lívia disse...

KKKKK, adorei o apelido para Julinho - torturador de joelhos, kkkk. Nem acredito que corremos isso tudo, e com o aval final de um acorjiano, isso tá muito bom para essas estreantes léguas pelo sertão. Mônica, tu escreves tão bem , tanto quanto tu reclama correndo,srsrs. Pense numa farra correr com vocês, a gente "bola"/corre de rir, só falta incluir a/os demais esstreantes: MAriana,Diego, Andreia, Mirna, Irnael, Neide,Vital,
Devo agradecer a tod@s que nos incentivam, cada relato é uma contribuição nessa reinvenção da vida.
Saudações pajeuzeiras

GILMAR FARIAS disse...

Mônica,
fico morrendo de vontade de estar aí, correndo com vocês nessa paisagem sertaneja. No meu trabalho como biólogo, adoro realizar atividades na caatinga, é uma das paisagens mais fantásticas desse planeta.
Parabéns por chegar aos 12 km. Em breve, você fará os longões da ACORJA com toda facilidade.
Você vem a Recife para a corrida do fogo?
Grande abraço
Gilmar

Mônica Mirtes Cordeiro disse...

Oi Eduardo! Valeu pelo incentivo e visita ao blog.Vou me inspirar nos seus "treinos de 40 Km" para, quem sabe, chegar aos 10.
Abraços.

Lili, obrigada pela força e torcida, mas, junte-se a nós!!
Bjs

Miguel, promessa é dívida!! Ano que vem quero lhe ver em Tabira correndo a maratona e conhecendo o sertão.
Um abraço

Dona D, não brinca!! 10 Km já é demais pra mim... rsrs
Um abraço

Gilmar, todo o ecossistema do sertão é lindo mesmo... No inverno, o verde escuro da vegetação e os rios com água, cachoeiras, encantam a todos. No verão, a seca por mais que castigue, tem sua beleza revelada na sempre verde juazeiro, árvore símbolo do sertão. Lívia também é bióloga, no sítio que era dos nosso avós, preservamos uma pequena faixa de caatinga, vc precisa vir por aqui para ver.
Abraços.

Mônica Cordeiro

Mônica Mirtes Cordeiro disse...

Lívia, quer dizer que eu reclamo mas do que corro!! kkkkkkkk... Ainda lhe pego na virada... me aguarde!!
Vamos correr sim os 10 km na Maratona do Recife!! E vc vai ter que aguentar o meu "choro"...rsrs
Bjs

Andreia Miron disse...

Mônica, parabéns pela "façanha"! Como diria Sandro Vasconcelos, "vocês são o cão!!!" Aff! Consigo, não, Lívia! Nem querendo... Rsrs
Posso até acompanhar vcs nos 10 km, mas na torcida...
abraço

Luciana disse...

Oi Mônica, que longão animado heim!!! Com alguem puxando deve ser mais fácil ou menos dificil...

Oi Mariana, obrigada pelo comentário no blog...aqui com as crianças o apoio é "nois e Deus", sem babás, empregadas, etc...

Força meninas, vcs ainda vão longe...muito mais do que a pretensão do momento. Este negocio vicia e a gente nunca se contenta com o objetivo alcançado, sempre quer mais...

Bjs
Lu
www.lucorredora.blogspot.com

Corredora Pernambucana disse...

Mônica parabéns, essas meninas Cordeiros são fogoooo...Daqui a pouco tá fazendo os 21km para a meia de Recife!
bjãooo